Employer Branding: ferramenta essencial para criar conexões da empresa-talentos
Cada vez mais, os colaboradores buscam propósito e significado no dia a dia do trabalho

Apesar dos números do desemprego no país, o setor de tecnologia está com o problema inverso: falta mão de obra no Brasil, e há demanda por profissionais qualificados. Segundo relatório da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), sobram vagas no setor por falta de profissionais qualificados. O setor foi responsável por 7% do PIB de 2018 e demandará 420 mil novos empregos até 2024.

Com isso, cresce o desafio das companhias do setor em atrair e manter os talentos entre os seus colaboradores; e o Employer Branding é uma ferramenta a favor dessa demanda.

Uma nova relação de trabalho

A relação do jovem com o trabalho mudou. Especialmente a geração millennial, que quer trabalhar numa empresa na qual, além de ter bons salários, benefícios e oportunidades reais para crescer, possa admirá-la como negócio. Em suma, eles querem ter no seu dia a dia de trabalho uma extensão de suas visões, crenças e estilo de vida.

Nesse sentido, muitos jovens procuram companhias diferenciadas no mercado. Exemplo disso é o Google, eleito pelo sexto ano consecutivo a empresa mais desejada entre jovens, profissionais de média gerência e a alta liderança, segundo a pesquisa Carreira dos Sonhos 2019, da Cia de Talentos, com respostas de mais de 96 mil profissionais do Brasil. O Itaú e Disney também figuram entre as 10 primeiras posições, assim como o Nubank, a primeira startup a aparecer na lista.

Confira algumas ações em comum entre as empresas mais desejadas para ter uma carreira:

– A gestão é marcada por transparência e coerência;

– Os colaboradores podem se expressar de acordo com sua identidade e lifestyle;

– Todos têm em mente os objetivos comuns, e conhecem o propósito e significado da empresa, mas também têm os olhos no presente, e as ferramentas para poderem chegar lá;

– Os colaboradores se sentem parte de um time;

– Há desafio em boa parte do dia a dia;

– São empresas com um assertivo trabalho de relações públicas, que as ajuda a construir a imagem de companhia, o Employer Branding, e divulga seus valores, qualidades e propósitos, além de aproximar a empresa dos públicos que a interessam, como os jovens talentos, visando tornar a organização atrativa à expectativa de um potencial colaborador.

Em síntese, são esses tipos de ações que podem ser disseminadas em qualquer tamanho de empresa e colaboram para aumentar a reputação da organização como boa empregadora, além de diminuir o índice de rotatividade entre os colaboradores.