ataque-DDoS-Capital-Informação
Estudo de Segurança da A10 Networks é destaque na imprensa

São Paulo, 19 de novembro de 2018 – Um estudo de Segurança realizado pela A10 Networks, cliente da Capital Informação, foi destaque na imprensa. A companhia americana, que é fornecedora de soluções de segurança cibernética inteligentes e automatizadas, identificou 804.744 ataques de DDoS (Distributed Denial-of-Service) em toda a América Latina nos últimos três meses. Os ataques são destinados à amplificação de ataques via IoT e podem atingir websites corporativos de qualquer lugar do mundo.

Ataques de negação de serviço (também conhecido como DoS Attacks) tentam tornar os recursos de um sistema indisponíveis para os seus utilizadores. Seus alvos típicos são servidores web, com os ataqued procurando tornar as páginas hospedadas indisponíveis na Internet. Embora os ataques de DDoS não resultem em roubos de dados, eles são perigosos porque servem como arma de distração, abrindo brecha para ações de grandes proporções.

Segundo o estudo, o Brasil está entre as 10 regiões que mais recebem ataques, embora não seja um dos maiores produtores de ameaças. As outras localidades que compõem essa lista são EUA, França, China, Grã-Bretanha, Holanda, Arábia Saudita, Singapura, Hong Kong e Ásia-Pacífico.

“Os ataques são imprevisíveis e cada vez mais complexos”, afirma Paul Nicholson, gerente de Marketing e Estratégia de Produtos da A10 Networks. “A solução para mitigar estas ações está na adoção de uma proteção híbrida, inteligente e escalável para adaptar eficientemente as estratégias de mitigação nas mudanças de cenário de um ataque DDoS”, completa o executivo.

Estudo ganhou destaque na Computerworld Brasil, no Mundo Digital de Ethevaldo Siqueira, dentre outros veículos.