fbpx
loader

Quando o termo podcast foi dito pela primeira vez, nós, profissionais de comunicação e marketing, nem sequer imaginávamos o potencial que ele escondia. Criado no começo da década de 2000, época em que a internet móvel dava os primeiros passos e as plataformas de streaming ainda não existiam, esse formato de conteúdo em áudio conquistou um público fiel ao longo das últimas duas décadas.

Hoje, o Brasil é o segundo maior mercado consumidor do mundo, com 16 milhões de ouvintes que dão play em programas de diferentes editorias pelo menos três vezes por semana. Só isso já é motivo suficiente para que sua marca invista em um podcast como parte da estratégia de marketing digital. Mas se ainda não te convenci, aqui vão bons exemplos de empresas reconhecidas mundialmente que apostaram nisso e obtiveram sucesso.

Google

Com mais de 400 episódios disponíveis, o “This Week in Google” é um programa semanal que dura aproximadamente 2 horas. O objetivo? Discutir com os ouvintes as últimas novidades do mundo Google e debater notícias sobre computação em nuvem.

Intel

O “Intel Chip Chat” é marcado por rápidos bate-papos individuais e descontraídos com líderes do mercado de tecnologia e profissionais de sucesso que trabalham na própria empresa. Apesar de ter como público-alvo os gerentes de TI, o programa é fonte de informação para muitas pessoas que desejam se familiarizar com as novidades do setor.

IBM

Para falar de transformação digital de um jeito simples e informal, a IBM Brasil convida semanalmente especialistas da empresa e entusiastas do mercado para debates no “Change Cast”. Em episódios que duram em média 30 minutos, os apresentadores discutem os impactos da tecnologia nos negócios, no capital humano e no marketing.

Sabe o que essas marcas têm em comum? Todas elas enxergaram no podcast uma ótima oportunidade de transmitir mensagens mais profundas que as aproximem de seus clientes e ajudem a conquistar um novo público através da voz, um elemento capaz de estabelecer conexão e humanizar qualquer negócio.

Com uma programação consistente e um roteiro autêntico, essa poderosa forma de comunicar promove:

– Criação de autoridade;

– Fidelização de comunidade;

– Crescimento nas vendas;

– Construção de personalidade para marca;

– Visibilidade em escala global.

Pois é, parece até estranho acreditar que uma estratégia que demanda tão pouco em termos de mão de obra, pode ter tantas vantagens. Mas é verdade, quando a criação de conteúdo em áudio é projetada para ser envolvente e informativa, ela tem rápida difusão e provoca conexões sinceras.

Quer receber mais dicas de comunicação para empresas e ficar por dentro do que é novidade no mercado corporativo? Siga o perfil da Capital Informação nas redes sociais.


Isabella Maltez

Isabella Maltez

Formada em Jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo e heavy user das redes sociais, Isabella Maltez atua como social media e une criatividade e pesquisa de tendências para planejar e desenvolver conteúdo otimizado para os mercados B2B e B2C.