fbpx
loader

Ouvir faz parte do processo de comunicação e esta é uma habilidade importante para se obter informações precisas e se conectar com as pessoas em profundidade. Mas muitas vezes abrimos mão desta arma poderosa quando não ouvimos com atenção, interrompemos, mudamos o assunto ou apenas aguardamos alguém terminar a frase para poder expressar o que estamos pensando, já que imaginamos que temos algo tão interessante ou mais a acrescentar.

Rubem Alves já descreveu esta dificuldade Escutatória. Ele reflete sobre nossa incapacidade de ouvir como sendo a manifestação mais constante e sutil de nossa arrogância e vaidade. E mostra o valor do silêncio no processo de comunicação e como ele é importante para aprofundar nossas conversas e criar laços com amigos, família e colegas de trabalho. Muitas vezes, a comunicação é apenas isso, silêncio, e não requer nenhuma intervenção depois.

Seja atencioso

Quando ficamos ocupados com nossos pensamentos numa conversa, nos distraímos, checamos as mensagens do whatsapp e interrompemos, no final temos uma visão incompleta do que foi dito. Em reuniões de trabalho, é comum cada participante ter um ponto de vista diferente e contraditório dos temas a serem abordados e, muitas vezes, falta a atenção plena ao que é dito, frustrando e causando desinteresse por parte do interlocutor.

Especialmente em tempos de videoconferência, interromper ou falar ao mesmo tempo de um participante faz com que todos deixem de se entender e torna a reunião mais difícil. Respeitar o tempo de fala de cada um é essencial para que o encontro não se torne estressante, e não é à toa que já existe um cansaço generalizado por reuniões desta formato. O vídeo requer mais concentração e o excesso de interrupções torna a comunicação morosa e cansativa.

Aprenda a ouvir

Evite deixar com que isso aconteça com você. Como não é possível fazer muitas mudanças ao mesmo tempo, concentre-se em um comportamento por vez.  Escolha um entre: não interromper as pessoas, guardar seu celular e prestar realmente atenção no que a pessoa está dizendo, tentando entender qual é a linha de pensamento dela. Em silêncio.

Feito isso, observe os resultados. Conseguiu mais informações? Passou a compreender melhor as pessoas? Gerou mais qualidade nos relacionamentos? Aos poucos você pode incluir outros comportamentos que promovam esta capacidade de ouvir com atenção e assim ganhar a confiança de seus interlocutores. E ajustar o que for necessário. Se for inevitável interromper alguém, lembre-se de voltar ao ponto em que a pessoa parou para mostrar seu interesse.

Tornar-se um melhor ouvinte é um aprendizado e não acontece da noite para o dia. Mas praticar e investir nessas habilidades pode ser extremamente importante para o crescimento pessoal e sucesso profissional, pois todos apreciam ser ouvidos com atenção. 


Estela Silva

Estela Silva

Com mais de 25 anos de experiência em comunicação, Estela Silva é fluente em inglês e espanhol, mestre em Comunicação Internacional pela University of Leeds, Inglaterra, MBA em inovação Tecnológica pela POLI/USP e graduada em Relações Públicas pela USP e Jornalismo pela Cásper Líbero.